sábado, 11 de junho de 2011

Pós operatorio - Drenagem linfática x ultrasom

A DLM drena os líquidos excedentes que banham as células, mantendo assim, o equilíbrio hídrico dos 
espaços intersticiais. Também é responsável pela evacuação dos dejetos provenientes do metabolismo celular

As manobras são lentas, rítmicas e suaves, devendo sempre direcionar sua pressão, obedecendo ao 
sentido da drenagem linfática fisiológica. Para que o objetivo da drenagem da linfa estagnada seja atingido, é 
imprescindível obedecer a uma seqüência especifica de  regiões do corpo onde as manobras são executada.“O processo de evacuação ocorre nos linfonodos que recebem a confluência dos coletores linfáticos. Este processo libera as vias linfáticas das regiões adjacentes à zona edemaciada, ou seja, as regiões que irão receber todo o líquido drenado.”



As manobras de DLM são indicadas na prevenção e/ou tratamento de: edemas, linfedemas, fibro edema gelóide, queimaduras, enxertos, acne, sensação de cansaço nos membros inferiores, dor muscular, pré e pós-operatório de cirurgia plástica, hematomas e equimoses, olheiras e até mesmo marcas de expressão.

Vale lembrar que quanto antes se inicia o desbloqueio ganglionar e a manipulação dos tecidos linfáticos, ainda que distais, mais rápida será a recuperação do paciente. Dependerá da experiência e habilidade do esteticista a introdução precoce da DLM, para os casos de pós-cirúrgico imediatos.



Ultra- som
De ação anti-inflamatória e analgésica. normalmente introduz-se o uso do Ultra-som de 3 MHz, no modo pulsado, logo que aparecerem os primeiros sinais de fibroses (entre o 7o. e o 10o dia). Por ação de cavitação em pulso, este equipamento pode auxiliar a eliminação das fibroses e aderências. Deve-se aplicar o Ultra-som antes das sessões de Drenagem Linfática Manual.


Eu costumo utilizar o programa pós operatório do aparelho Manthus.
MANTHUS é um equipamento computadorizado, extremamente preciso e versátil, constituído por geradores de Ultra-som e Correntes para tratamento de hidrolipodistrofia ginóide, ou seja, a chamada celulite. Este equipamento foi desenvolvido especialmente para a área de estética e é capaz de realizar as chamada terapias combinadas, constituídas por um potente emissor de ultra-som (45W), associado a um gerador de estímulos elétricos tripolares, produzindo correntes estereodinâmicas de média freqüência, bem como correntes polarizadas, com grande penetração.

 O uso combinado de terapias como drenagem com ultra-som, endermologia, infravermelho, e outras, diminui a fibrose (ondulação causada por uma reação do organismo no local onde foi introduzida a cânula para a aspiração da gordura) e faz com que o corpo reaja melhor. Realizar sessões de drenagem linfática a partir do dia seguinte à cirurgia facilita a modelagem corporal, melhora a cicatrização e acelera a recuperação.
Os pacientes usam cinta compressiva durante 30 ou 40 dias para manter a postura ereta e evitar dobras na barriga. Após duas semanas, o paciente é liberado para exercícios sem impacto e peso como a caminhada. "A caminhada alivia o metabolismo e também acelera a recuperação"

O pré-operatório 
também é muito importante para evitar dores no pós-operatório. Segundo Viviani, é recomendado que o paciente também faça sessões de drenagem linfática antes de realizar a cirurgia para desintoxicar o organismo e endermologia para ativar a circulação. "Um organismo desintoxicado reage melhor"

Não esqueçam a prevenção é a melhor solução!

Beijos, Zú

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e se quiser esclarecer alguma dúvida sobre tratamentos, fica vontade, estarei respondendo!