sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Limpeza e cuidados da pele


Porque devo fazer limpeza de pele?

Foto: arquivos pessoais 

No dia a dia, usamos maquiagem, filtro solar com base e esquecemos que este procedimento se você não usar um bom demaquilante e um tônico facial todos os dias, junto com a oleosidade da pele, acaba entupindo os poros e consequentemente os cravos. Os cravos nascem por dois motivos: aumento na gordura produzida em glândulas da pele e o entupimento nos poros por onde essa gordura deveria ser liberada.
1. O processo de formação de um cravo começa dentro do folículo sebáceo, uma estrutura dentro da pele onde ficam a raiz dos pêlos e as glândulas sebáceas, que produzem a gordura natural que protege a pele do ressecamento. O pêlo pode ser fino e curto, por isso nem sempre é visível

2. A abertura desse folículo é um poro na pele que, quando entope, faz a gordura se acumular no local. Quando o poro entupido é bem largo, a gordura armazenada tem maior contato com o ar e oxida, formando uma "tampinha" preta. Esse é um cravo que geralmente não vira espinha

3. Num poro mais estreito, há menos contato da gordura com o ar, por isso não aparece o ponto preto criado pela oxidação. Por outro lado, proliferam bactérias no local que se alimentam de gordura e não gostam muito do ar. Nesse tipo de cravo é formado o chamado ponto branco, que, quando espremido, parece uma pasta de dente saindo do tubo. Geralmente, é nesse cravo que se desenvolve a espinha

por isso a importância da limpeza de pele:
A limpeza de pele é indicada, principalmente, para remoção de cravos abertos (pontos pretos) ou fechados (pontos brancos) e remoção de miliuns. Serve também para remover as células mortas e manter a pele macia e saudável.

E se você faz limpeza você prepara melhor a pele até para receber o sol do verão e o bronzeado fica mais uniforme.

Existe 2 tipos de limpeza a manual e a com aparelhos com sucção, essa é utilizada em casos moderados de cravos, o ideal é fazer uma limpeza de pele por mês e utilizar produtos .



Cuide da pele de dentro para fora e evite acne:

Omega 3: Você pode obter o ômega 3 ingerindo peixes - como salmão e sardinha -, óleo de linhaça, nozes, sementes de girassol e amêndoas. 
Selênio: o selênio não é específico para acne - ele faz bem para a pele como um todo. Alimentos fontes de selênio incluem germén de trigo, atum, salmão, alho, castanha do Brasil, ovos e arroz integral. 
Vitamina E é rica em antioxidantes e atua na regulação hormonal, evitando a acne. Fontes de vitamina C incluem laranjas, limões, mamão e acerola. Você pode obter a vitamina E a partir de batata-doce, nozes, azeite de oliva, sementes de girassol, abacate, brócolis e folhas verdes. 



Zinco: seu poder anti-inflamatório e antioxidante, esse nutriente atua na pele criando um ambiente inóspito para o crescimento das bactérias causadoras das espinhas, além de ajudar a acalmar uma pele irritada
A vitamina A possui substâncias chamadas rodoxinas, que participam ativamente da recomposição celular, além de ter poder antioxidante

Fotos: google 

O ômega 3 ingerindo peixes - como salmão e sardinha -, óleo de linhaça, nozes, sementes de girassol e amêndoas, combate o envelhecimento e melhora a circulação do organismo. 
Fuja do açúcar: Esse hormônio pega a glicose que está no sangue e coloca dentro das células, o que pode gerar inflamações, derrubar nossa imunidade e favorecer o aparecimento tanto da acne quanto de outros problemas de pele.

(fonte: nutrólogo Celso Cukier, dermatologista Daniela Hueb)


Bom final semana, até próximo post!

domingo, 7 de dezembro de 2014

Microagulhamento e envelhecimento

0.3mm for6 months, products for 18 months. Patient 55 years old. Lapsed time between images 26 weeks (6 months)

A saúde da pele é influenciada por inúmeros fatores, incluindo estilo de vida, meio ambiente, genética, hormônios, nutrição etc. 
O envelhecimento resulta em má absorção de nutrientes da pele ingeridos e entrega pobres para o alvo secundário para vascular e insuficiência linfa. A aplicação tópica de nutrientes é uma solução lógica, mas a barreira natural criada pela pele tem sempre sucesso limitado.
Na nanotecnologia a penetração aumenta, mas os efeitos do veículo no sistema são controversos. 
Ampliando os caminhos através da pele com agulhas de cosméticos para permitir que até 80 por cento mais nutrientes para penetrar provou ser seguro e eficaz. É possível obter uma melhoria significativa da hiperpigmentação, linhas finas e rugas, cicatrizes, de restauração de cabelo e até mesmo manchas UV ao longo do tempo. Alguns desejam resultados mais rápidos, que levam para o próximo passo no tratamento.
A maioria das modalidades utilizadas para o rejuvenescimento da pele incorporar o processo de cicatrização de feridas. A sabedoria convencional tem se inclinou para mais é melhor. O maior desafio é encontrar o equilíbrio entre os graus de lesão (downtime aceitável) e eficácia (melhor resultado). Tipos de pele mais escura limitar tratamentos agressivos. Tratamentos ablativos, por exemplo, resurfacing a laser e peeling profundo, enquanto esteticamente eficaz, pode causar o afinamento da epiderme, derme papilar fibrose cicatricial e cura. Tratamentos fracionários minimizar este efeito, mas ainda há até 20% de coagulação do tecido e a consequente necrose estimula a cicatrização cicatricial. 
Agulhamento Medical faz exatamente o contrário, o que é ideal.
Preservação da epiderme mantém a proteção do ambiente e minimiza o tempo de inatividade. Não há problemas de pigmentação tratamento pós relatados, mesmo com a exposição ao sol. O procedimento de quebra de tecido cicatricial, permitindo reorganização. Ela pode ser realizada na maioria das áreas do corpo por indivíduos com habilidades mínimas e exige dispêndio mínimo de capital.

Indução percutânea de colágeno (microagulhamento)  usa milhares de pequenas picadas de agulha na parte superior da derme para acionar a cicatrização de feridas em cascata. A sobre-regulação de TGF-B3 através deste processo é pensado para ser a razão para a regeneração natural de colageno seguinte agulhagem, em oposição a cicatriz colageno secundário para TGF-B1 e B2, associada com a lesão térmica.

Compreender as fases previsíveis de cicatrização de feridas dita momento ideal para o tratamento e as modalidades para a obtenção de maior sucesso. Prolongando a fase inflamatória vai resultar em mais fatores de crescimento. Picos de colagenase a cerca de 14 dias para reorganizar fibrilas de colágeno, convertendo colágeno 3 a 1 colágeno e, por isso, não faz sentido para rejuvenescer a pele com mais frequência do que a cada 30 dias.

A síntese de colagénio requer Vitamina A (Palmitato de Retinol por exemplo, Acetato de Retinol, retinol ou tretinoína), vitamina C (por exemplo, ascorbil fosfato de magnésio, ácido L-ascórbico), aminoácidos essenciais (prolina e da glicina), bioflavonóides, factores de crescimento, selénio, silício aliada com magnésio e cálcio, os peptídeos de cobre, zinco e ferro (co-factores), hormonas e ácidos gordos essenciais (para a função de células e membranas). Tem produtos celulares e terapia de plaquetas ricas segurar enorme promessa.
A profundidade da lesão importa?
Cirurgião Sul-Africano de destaque Dr Des Fernandes pioneira muito do trabalho na inserção de agulhas e, em 1996, ele usou um rolo de 3 mm. Os tratamentos foram dolorosa e necessária IV sedação e analgesia. Outros estudos do Dr. Fernandes e Dr Aust na Alemanha concluiu que os mesmos resultados poderão ser obtidos através de um rolo de 1 mm.

Em 2008, o Dr. Greco autor de um resumo e afirmou que a biópsia revelou um novo colágeno a uma profundidade de 0,6 mm.
Mesmo que foram usados 2,0 milímetros agulhas, não há novas fibras de colagénio pode ser encontrada na camada dérmica sub ilustrando nenhuma vantagem de se utilizar mais agulhas mais invasivos. Estes resultados podem ser extrapolados para tratamentos fracionados para minimizar o prejuízo.
Tomando esses achados um passo adiante, é possível que menos é melhor no contexto da vs. cosmético rolamento médico?

Para ganhar algum insight, um estudo retrospectivo em 44 pacientes foi feita usando dados de análise de pele para fornecer números objetivos. Embora existam muitas variáveis (idade, estilo de vida, o respeito, princípios ativos e dose aplicada topicamente, a duração do tratamento etc.) os resultados positivos são animadores em que foram obtidos, em sua maior parte, em menos de condições favoráveis (compliance).
Métodos: As medições de manchas castanhas, poros, rugas, pontos e uniformidade de UV foram utilizados para determinar a eficácia dos produtos sozinhos contra o uso de rolos com 0,2 mm, de 0,3 milímetros, 0,5 mm a 1 mm e 2 milímetros agulhas longas combinadas com outros produtos.
Rolando de frequência mínima de uma vez por semana (ideal uma vez por dia). Faixa etária 29-68 anos. (Méd. 49 anos.) A vitamina A dose de gama 1500 UI para 50 000 UI. (Méd. 17 000 UI)


conclusões:
Todos os grupos apresentaram melhora em parâmetros combinados com averageg variando 5-11%. Rugas e manchas UV mostrou melhora (7% -26% e -2% -16%, respectivamente). Os 0,5 milímetros produzido melhores resultados no menor tempo (rugas 26% e UV 16%).
Neste estudo, os pacientes foram tratados primeiro com os produtos, e os rolos foram adicionados posteriormente, de modo que o efeito é realmente 19%, mais de 26% no máximo.
O grupo agulhamento médica é muito pequena para tirar conclusões definitivas, mas parece ser o mais eficaz, apesar de rolamento cosmético não fica muito atrás.
Agulhamento é uma opção segura, eficaz, acessível tratamento que obtém resultados cosméticos por meio de saúde celular ideal.

Dr Setterfield graças dérmica Integrity por seu apoio e fornecimento de rolos MTS para este estudo
Fonte, foto: http://www.beautymagonline.com/

Boa semana!!

Zuleide Felisberto 

Microagulhamento: usar filtro solar após ou não?



A tecnica microagulhamento é uma técnica que aumenta a permeação dos ativos , segundo literatura de 40% a 500%, algumas literaturas falam 300%, portanto não devemos nem podemos usar filtro solar.

Porque?
Porque os fotoprotetores devem permanecer na superfície da pele o extrato córneo delimita a penetração dessas substancias .
Porque componentes como PABA, Oxybenzeno, Octocrylene podem irritar a pele e ainda pode ser risco de cancer, se voce usar após o microagulhamento. Eu por exemplo não posso usar PABA fico toda empelotada, imagine se usasse depois do microagulhamento?
O uso do protetor solar somente após 4 horas feito o processo do microagulhamento, o ideal mesmo que aplique somente noutro dia.

Setterfield (2013) cita em seu livro todas as substâncias a serem evitadas com uso do microagulhamento e é categórico em dizer que  ” Nunca aplique o filtro solar após o microagulhamento, ele somente deve ser aplicado no dia seguinte”. 
Referencia: Setterfield,  The concise guide to dermal needling ( Expanded medical edition). Virtual beaty corporation ltda.2013


Até proximo post!

Zuleide Felisberto

sábado, 6 de dezembro de 2014

Porque envelhecemos?

Existe  duas formas de envelhecimento : intrínseco e extrínseco da pele.

Vamos ver na foto a diferença de uma pele que pega pouco sol, para uma pele exposta ao sol direto, vejam a diferença da pele da perna para mão, isso que eu uso filtro direto na mão, mas não usei qdo jovem.


Agora na barriga, olhem a diferença.




O envelhecimento intrínseco é decorrente do desgaste natural do organismo, causado pelo passar dos anos, sem a interferência de agentes externos e equivale ao envelhecimento de todos os órgãos, inclusive a pele.
A aparência da pele que sofreu envelhecimento extrínseco é a da pele que foi pouco exposta ao sol, como a face interna dos braços, próximo à axila. É uma pele fina, com pouca elasticidade, mais flácida e apresentando finas rugas, porém sem manchas ou alterações da sua superfície.

O envelhecimento extrínseco, ou fotoenvelhecimento, é aquele decorrente do efeito da radiação ultra-violeta do sol sobre a pele durante toda a vida.
O sol, que propicia momentos de lazer e que dá o bronzeado que aprendemos a considerar como modelo de saúde e beleza, é também o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo, pois é a sua ação acumulativa sobre a pele que faz surgirem os sinais da pele envelhecida.

Como prevenir?
  • use protetores solares sempre que sair ao sol, com FPS 15 ou maior, nas áreas de pele não protegidas pelas roupas e que mais envelhecem, como a face, pescoço, colo, braços e mãos.

já as peles para aquelas pessoas que já sofreram a ação do sol e apresentam os sinais do envelhecimento cutâneo, além da proteção solar, o uso de algumas substâncias na forma de cremes, loções ou géis, podem a médio ou longo prazo reverter alguns dos efeitos do fotoenvelhecimento.
Produtos contendo ácido retinóico, adapaleno, ácido glicólico ou outros alfahidroxiácidos são utilizados para melhorar o aspecto da pele envelhecida, aumentando sua hidratação, corrigindo alterações de superfície, atenuando as manchas e melhorando a sua elasticidade.
Os melhores resultados são obtidos com os produtos a base de ácido retinóico. Esta substância atua na pele estimulando a renovação celular de sua camada mais externa (epiderme) e reestruturando o colágeno e as fibras elásticas de sua camada média (derme).
O efeito a longo prazo, é o de uma pele com superfície mais viçosa, lisa e hidratada, clareamento das manchas, atenuação das rugas finas e melhora da elasticidade. A pele adquire o aspecto de "rejuvenescida".

Mas sempre usando muito filtro solar após o uso destes produtos.

Bom final de semana com proteção solar!!
Beijos,


Fonte: dermatologia.net
Fotos: arquivos pessoais.